doenças mentais

Doenças mentais: quais são as principais?

As doenças mentais são caracterizadas pelo comprimento das funções cognitivas. Independentemente de quem seja ou de sua fase da vida, essas doenças podem ser desencadeadas em qualquer pessoa. 

Existem várias doenças mentais que podem ser desencadeadas, cada uma possui suas próprias características. Uma das doenças mentais são as crises de ansiedade ou depressão, além de outras que estão relacionadas a alimentação ou personalidade. 

doenças mentais

Se interessa pelo assunto e quer estudar mais? São diversas opções de cursos na área da saúde como psicologia e medicina na Estácio. Acesse o site e confira!

O que são as doenças mentais?

Antes de mais nada, é importante dizer que as doenças mentais são um mal silencioso. Inclusive, elas podem acontecer com qualquer pessoa, independentemente da fase da vida que ela está passando. 

Essas doenças vão afetar o âmbito psicológico dos indivíduos, mas também podem impactar o aspecto físico. Por esse motivo, cada vez mais pessoas estão discutindo sobre esse tema importante. 

Enfim, as doenças mentais são uma disfunção cerebral que pode afetar o psicológico e físico das pessoas. Também existe a tendência de que esses transtornos afetem a maneira com que nos comunicamos e aprendemos. 

E, por não apresentar muitos sinais claros, é comum que os indivíduos ignorem esses transtornos. Porém, com o avanço da medicina, esse assunto está em alta e os preconceitos estão sendo quebrados. 

Quais são os tipos mais comuns de doenças mentais?

Segundo dados divulgados pela Opas, cerca de 30% de toda a população das Américas teve ou terá uma doença mental. Inclusive, no Brasil, depressão e ansiedade correspondem às principais causas da incapacidade. 

Para que você conheça quais são as principais doenças mentais, preparamos uma relação com os tipos mais comuns. Ao conhecê-las, será mais fácil buscar por auxílio de um profissional e começar o tratamento. 

  • Depressão: De maneira geral, a depressão é o quadro clínico em que o indivíduo convive com uma tristeza duradoura. Além disso, ela também causa perda de interesse em atividades diárias, incluindo as prazerosas;
  • Ansiedade: A ansiedade é caracterizada pelo medo, preocupação ou agitação constante;
  • Bipolaridade: Os indivíduos com quadro de bipolaridade passam por alterações em seu humor, com momentos de depressão ou de obsessão, ou seja, manias em seu cotidiano;
  • Demência: As pessoas que possuem demência passam por sintomas que se manifestam em seu comportamento e, além disso, nas interações com a sociedade;
  • Esquizofrenia: A Esquizofrenia é uma doença mental caracterizada pela incapacidade dos indivíduos de se sensibilizarem ou interagirem com outras pessoas;
  • Autismo: Basicamente, o autismo é o quadro clínico em que o indivíduo, desde a sua infância, não consegue se relacionar ou se comunicar com pessoas ao redor;
  • Déficit de Atenção: O Déficit de Atenção é a incapacidade dos indivíduos de se concentrarem. Além disso, é comum que essas pessoas sejam hiperativas ou tenham comportamentos impulsivos;
  • Estresse pós-traumático: Esse transtorno mental acontece após um episódio de perda ou perigo. O resultado disso é uma onda de ansiedade ou ataques de pânico, que normalmente são causados devido a um gatilho que faz com que elas se recordem do episódio. 

O que é a saúde mental?

De maneira geral, a saúde mental é a base para tudo o que sentimos, desde nossos pensamentos até nossa autoestima. Para que os indivíduos se relacionem, a saúde mental é essencial. 

Além disso, tanto o bem-estar emocional quanto o pessoal contribuem muito para a sociedade ou comunidade em que vivemos. 

Porém, embora seja a base para tudo, muitas pessoas não gostam de falar sobre as doenças mentais. Mesmo assim, não há motivos para se envergonhar caso se enquadrar em um dos diagnósticos. 

Isso porque, assim como as diabetes ou doenças cardíacas, essas doenças também são condições médicas. E, para que o indivíduo se sinta melhor, é essencial iniciar um tratamento o quanto antes. 

Qual a importância de cuidar da saúde mental?

Felizmente, cada vez mais pessoas estão realizando estudos e compreendendo sobre esses transtornos mentais. Essa característica contribui para que o debate aconteça, além de ser fundamental para que seja administrado com sucesso!

Vale ressaltar que a doença mental pode acontecer em qualquer pessoa! Independentemente da fase de vida, condição financeira, formação, espiritualidade ou outros aspectos. 

Embora ela possa se desenvolver em qualquer faixa etária, cerca de ¾ de todas essas doenças surgem quando o indivíduo está com 24 anos de idade. 

Além disso, elas podem se apresentar de diferentes maneiras, impossibilitando um diagnóstico eficaz, a menos que um profissional seja consultado. 

Portanto, algumas doenças tendem a ser leves, outras podem afetar o cotidiano dos indivíduos com um quadro. Isso afeta diretamente a forma com que eles exercem suas atividades. 

Quando essas doenças estão com um quadro grave, os indivíduos devem passar por cuidados em um hospital. Portanto, é essencial entrar em contato com um profissional, antes que os quadros clínicos se agravem. 

doenças mentais

Quando procurar um especialista?

Por fim, se você estiver com suspeita de qualquer doença mental, é fundamental entrar em contato com um especialista. 

Até porque, somente dessa maneira o diagnóstico será eficaz e o tratamento adequado poderá iniciar.

Fique atento aos principais sinais:

  • Tristeza;
  • Falta de concentração;
  • Agitação noturna;
  • Sudorese excessiva em algumas situações. 

Cada um dos sinais deve ser relatado ao especialista que irá acompanhar o seu tratamento, para que ele possa identificar possíveis gatilhos, bem como auxiliar nos cuidados necessários. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *